quinta-feira, 10 de julho de 2014

[TEXTO] Congestionada

Porque esse congestionamento de lágrimas alaga meus pensamentos, me dá dores de cabeça profundas e me tira o sono. Porque esse congestionamento de palavras me cala e me impede de me expressar e seguir em frente. Porque essa falta de direção só me leva a caminhos errados.
Eu conto nos dedos as escolhas certas que já fiz, mas com o passar do tempo, tenho reprimido lembranças, vivendo um dia após outro sem vivencia-lo de verdade. Eu perdi as contas de quantas vezes errei e não tive reação, e já não me reconheço no passado referente ao mês anterior.
Seriam muitas transições? Ou estou ficando louca? As palavras fogem de mim por não ser capaz de expressa-las, eu não sinto mais frio na barriga e nenhuma vontade de seguir em frente. Tenho proferido palavras as quais não me pertencem e não me afetam, afinal, o que sou de verdade?
E será que sou, ou ele é e estava certo? Eu perdi a fé, as esperanças, as pessoas, a minha essência e a motivação. Mas isso dá um texto não é, quem se importa? Uma das únicas coisas que me restam é aquela velha questão: já perdi tanto, o que mais irei perder?
Porque esse congestionamento de incertezas não me afeta por mais que um minuto e eu não me sinto viva sem ele.

(Jenifer Alana dos Santos)

*Credite se usar, a escritora agradece!

Contatos:
conte1001blablablas@gmail.com
conte1001blablablas@hotmail.com
Ask: @jenyyys
tt: @1001blablablas

Nenhum comentário:

Postar um comentário