domingo, 21 de dezembro de 2014

[TEXTO] Delírio de Verão

Uma borboleta ta aqui me rondando. Eu não gosto de borboletas por um motivo que ainda não descobri. Nem de mariposas ou besouros. E de calor e gente que acha que tenho que ser qualquer coisa, menos eu mesma.
Esses dias são assim, cheios de vazio. Nada além das cigarras cantando e dos cigarros faltando.
Eu arrumei minha caixa ontem, achei tanta coisa pra quem viveu tão pouco. Lembranças das mais insignificantes até as mais importantes. Algumas que fazem rir e as que só trazem tristeza decidi nem ler.
Irônico é que alguém "importante" não se encaixou na primeira descrição e não achei mais nada que me fizesse lembrar além de mágoa, decepção e lágrimas.
Eu sou uma borboleta procurando as minhas asas, ou talvez eu seja uma mariposa só guardando poeira e atrás de uma luz que mais queima do que aquece. Mas quem sabe só seja o calor me fazendo delirar sobre ainda não entender porque eu perco meu tempo respondendo perguntas que não levam a nada. Nada disso me leva à lugar algum.

3 comentários:

  1. Esse texto é muito bom quando tiver mais desse pode me falar kkk,adoro esse textos,que seu blog faça bastante sucesso Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Eduarda! Segue o blog que esses textos volte e meia aparecem por aqui. Beijo.

      Excluir
  2. Parabéns pelo texto, muito bom!

    http://iii-threegeeks.blogspot.com.br/2015/01/top-10-melhores-filmes-de-2014-segundo.html

    ResponderExcluir